“Sua vida dá um filme”: Seja o protagonista da sua história

Quem nunca ouviu a frase : Minha vida dá um filme !

Mas quem é o protagonista da sua história?

 

 

Newton Cannito diretor do filme Magal e os Formigas no set de filmagem com Magal

Protagonismo, não se trata somente  de personagens da ficção, pelo contrário, hoje em dia essa palavra tomou a força de seu significado : do latim, mais exatamente de “Protos”, que significa “o primeiro” ou também “o principal”, e de “agonistes”, que significa “competidor” ou “lutador”.

Pudera, estamos vivenciando uma era  em que as redes sociais  interferem em nossos gostos, decisões, pensamentos..  Berço dos “influencers”, que são alguns dos “formadores de opinião” mundiais.

São esmagadores sete bilhões de pessoas no mundo e de repente a sensação de que somos um grão de areia , insignificantes , para que alguém se importe. Há o medo de não sermos especiais o bastante, de sermos “desintegrados” por essa multidão.

Qual então, nosso papel nessa grande saga? Será que podemos ter um papel determinante no filme de nossas vidas ou apenas seremos levados pela enxurrada de acontecimentos, pela força da maré, sem nos darmos conta de quem realmente somos, o que de verdade queremos e o que de fato, estamos fazendo para alcançar nossos objetivos, sem nos desviarmos de nós mesmos!

Protagonismo!

A ideia de protagonismo acaba sendo mais frequente  em nossas histórias do parece,: Protagonista da própria vida  é” aquele que, através de suas ações, guia o destino de sua história”.

Mas qual história você quer contar?   Qual o enredo da trama está sendo criado através das suas escolhas? Para onde está conduzindo essa narrativa??

Toda vida dá um filme, o que importa é o tipo de história que você está ajudando a construir

Diferente da ficção, nesse filme, não haverá a possibilidade de ensaio, mas mesmo nas piores partes ,  as mais chatas,  há a possibilidade de olhar por diferentes ângulos, de trocar as lentes da sua câmera e procurar na cena algo que lhe interesse, que você possa aproveitar.

Nesse filme, apesar dos contratempos,  apesar do final ser desconhecido ,você ainda pode  “Fabular” a vida

Por Lourdes Cannito

 

Saiba mais das nossas palestras com Newton Cannito

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *