O dia que o sinhozinho acordou em 2017!!!

Eu sou um sinhozinho português e acabo de ser descongelado, após 400 anos.

Li o resumo da política dos últimos anos e fiquei confuso. Não estou entendendo o que está rolando aqui.
Pelo que entendi os escravos escolheram a governanta para gerenciar o dia a dia da fazenda chamada Brasil e de nossas lindas capitanias hereditárias. Que linda fazenda! Adoro.

Mas ai o filho do herdeiro de uma capitania hereditária também queria o emprego de gerente da fazenda.
Foi ai que os sinhozinhos-mor demitiram a governanta e colocaram o mordomo de filme de terror no lugar. Ele que sempre viveu as sombras, ascendeu. A obrigação dele, pelo que entendi, era fazer as reformas para abolir uma coisa completamente absurda que inventaram, chamada de Lei Áurea. O mordomo só quer que o mundo volte a ser como na linha época. E termine essa mania maluca de escravo achar que é ser humano.
Até ai tudo parece bem.
Mas sabe como é mordomo né? De dia eles até puxam o saco, como deve ser. Mas a noite, falam como uma gralha negra. Ainda mais mordomo vampiro. Não pode ir a luz que queima. Não deu outra. O mordomo foi gravado conversando com o açougueiro-geral-da-nação e virou churrasco.
Até ai tudo esperado. Os chefes sempre têm um plano. Basta despedir o mordomo e dar o poder para o cara da contabilidade, que há anos administra mesmo essa fazenda.
Mas ai que coisa está complicando. Os sinhozinho-mor não estão conseguindo demitir o mordomo.
Parece que o mordomo se aliou com uma turma chamada Congresso. Fui entender o que é isso e posso dizer para vocês que é como se fosse uma Federação de Despachantes de sinhozinhos locais.
Ou seja, é um lugar aonde os despachantes indicados pelos sinhozinhos do Brasil tudo se reúne para dividir o butim arrecado com os impostos do povo da colônia. O curioso é que é um lugar aonde todos fingem que trabalham para o povo da colônia. Kkk… Que época maluca.

Bem mas ai o mordomo se aliou aos despachantes e ninguém consegue tirar ele.
Loucura, loucura.

Agora a situação está num impasse mas no fundo está tudo bem. O interessante é que os despachantes entraram no modo “roube o que puder”. Já que o barco vai afundar, vou levar comigo o que der.
Estão assaltando a fazenda até o ultimo dia.
Pelo que entendi, eu, como um antigo sinhozinho, o que posso fazer é fazer minha parte. Descobrir quem é o despachante deputado da minha capitania hereditária e exigir uma emenda do orçamento para beneficiar minhas terras.
É o que posso fazer pelo pegar minha parte no butim.
O resto se ajeitará naturalmente.

Newton Cannito

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *